A Greenbuilding Brasil 2015, feira de negócios da construção sustentável, terá sua sexta edição do dia 11 a 13 de agosto no Transamerica Expo Center, em São Paulo. O evento vai reunir empresas nacionais e internacionais que fornecem tecnologia, equipamentos e serviços para a indústria da “construção verde”, inserida nos segmentos da arquitetura, construção, engenharia, além de líderes de green building, entidades governamentais, incorporadores, instituições financeiras e associações do setor.
Em meio a uma de suas piores crises hídricas e energéticas da história, o Brasil tem sofrido as consequências no que diz respeito ao meio ambiente e à economia. E com o objetivo de minimizar e/ou reverter esses impactos, tem aumentado a preocupação da indústria brasileira da construção para criar soluções para o uso consciente da água e energia para o mercado.
Greenbuilding-Brasil-blog-da-engenharia
Pensando nisso, a feira trará a discussão do tema “água” em sessões educacionais, nas quais tratará sobre gestão da água na indústria e nas edificações, a relação da água e o verde, e ainda os desafios da economia da água e o reuso nas cidades brasileiras.
Dentro do tema “eficiência energética” serão discutidos assuntos como Programa Nacional para a Energia Renovável, do Ministério do Meio Ambiente, quais são os desafios para a indústria e a funcionalidade dos smart grids. No primeiro dia do evento contará com a presença da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que de acordo com o site do evento, compartilhará ideias para criar um Brasil mais sustentável.
A visita à exposição da Greenbuilding Brasil 2015 é restrita a profissionais do setor. É possível fazer credenciamento online antecipado gratuitamente através deste link. Para se credenciar no dia, será cobrada uma taxa de 50 reais.

Clara Ribeiro
Autor

Jornalista paulistana, apaixonada por filmes e literatura inglesa. Considera-se fanática por Beatles, mas outras bandas do bom e velho Rock and Roll não ficam para trás em sua lista. Escrever faz parte de sua profissão, mas para ela, na verdade, é muito mais que isso... é terapia!

X