soft skillsÀ partir de hoje e pelas próximas semanas, traremos uma série exclusiva de conteúdos para vocês, focada em Soft Skills, aqui no Blog da Engenharia. Essa série é dedicada a:

  • Vocês que passam ou passaram cinco, seis ou talvez mais anos cursando engenharia.
  • Vocês que estudam ou estudaram cálculo, geometria analítica, álgebra linear, entre outras várias disciplinas.
  • Vocês que por vezes fizeram uma, duas ou três vezes a mesma disciplina.

Quando enfim, estiverem quase prontos para serem oficialmente Engenheiros ou até mesmo após concluírem o curso, sinalizo-os que poderá haver um porém: Vocês irão descobrir que podem ainda não estar completamente prontos para o mercado de trabalho.

Eu imagino que neste momento você possa estar se perguntando:  “Mas o que ainda pode faltar agora que já possuo o sofrido e sonhado diploma? ”. Estamos falando de Soft Skills, ou em português, habilidades não técnicas.

Empresas de consultoria especializadas em recrutamento e carreira, como a Right Management e a Page Personnel, trazem resultados surpreendentes em suas pesquisas. A primeira delas, destacou as habilidades não técnicas, em detrimento as habilidades técnicas. Já a segunda empresa, em seu estudo, apontou que nove em cada dez profissionais são contratados pelo seu perfil técnico e demitidos pelas características relacionadas ao seu comportamento.

Ou seja, precisamos entender melhor sobre essas tais habilidades técnicas e não técnicas, correto? E é exatamente assim que essa nova série do blog irá te ajudar!
E para começarmos, vamos primeiramente entender esse termo:

+ Mas afinal, o que são Soft Skills?

Soft Skills, trata-se de um termo em inglês, no qual a tradução “ao pé da letra”, seria: Habilidades Macias. Claramente, essa não é uma boa tradução. Por isso, em português chamamos de Habilidades não técnicas.

Essas habilidades ou competências envolvem a personalidade e o comportamento de cada pessoa. Por essa razão, tratam-se de habilidades totalmente particulares que surgem através de experiências, cultura, criação, educação e pessoas as quais você convive. Além disso, elas possuem alta influência na forma de interagir com o ambiente e com as pessoas e isso pode afetar diretamente os relacionamentos e planos de metas pessoais e profissionais.
Como exemplos de Soft Skills, pode-se citar a comunicação, criatividade, liderança, trabalho em equipe, inteligência emocional, proatividade, entre outros.

soft skills

Essas habilidades possuem como característica o fato de não serem facilmente mensuráveis. Pois, não se trata de um conhecimento que podemos medir através de aplicação de provas. Além disso, mesmo que atualmente tenham surgido alguns cursos com certificados nessa área, dificilmente eles seriam suficientes para comprovar tais habilidades. Elas precisam ser observadas! Observadas no nosso dia a dia, em uma dinâmica, em uma entrevista…

Talvez agora vocês devem estar pensando: “Mas eu que sei Excel, Inglês, me formei em Engenharia, aprendi a programar. Onde isso tudo entra? ” Pois bem, essas são o que chamamos de Hard Skills ou Habilidades Técnicas.
Essas habilidades envolvem um conhecimento técnico, adquirido através de cursos, experiências práticas, treinamentos, workshops. São habilidades que podem ser facilmente aprendidas e ensinadas. Pois, tem como diferencial a facilidade de se medir esse conhecimento e isso pode ser feito através de provas, demonstrações ou resultados quantitativos.

Bem, agora que vocês já sabem o que são esses dois termos e da sua importância para a formação do profissional do futuro, tenho um convite. Convido-os a acompanhar essa série conosco, onde, com toda certeza você se desenvolverá pessoalmente e profissionalmente. Pois, ao contrário do que muitos pensam, Soft Skills podem e devem ser desenvolvidos.

Vamos conosco? Esse é o primeiro, dos sete artigos que traremos nessa primeira série!

Autor

Engenheira Eletricista, especialista em Engenharia de produção e Gestão Empresarial. Atua em uma multinacional e coordena uma equipe de 50 pessoas diretas, com foco em processos de melhoria contínua, ferramentas de análises de perdas, criação de rotinas e KPIs de produção como OEE e MTBF. É apaixonada por desenvolvimento de pessoas e tecnologia e por isso faz também um trabalho sobre Soft Skills e mostra em seu Instagram bastante conteúdo em vídeos e LIVES (@maaribarceloss). Além disso, fã de música e podcasts, não consegue ficar um dia sequer sem ouvir.

X